Certamente a Hortelã é uma ótima escolha para quem quer ingressar no maravilhoso mundo das plantas.

É extremamente resistente – e espaçoso, é verdade – e não demanda praticamente nenhum trabalho, além da rega.

Seu perfume, muito apreciado por nós humanos, é detestado por boa parte das pragas que atacam nossas plantas. Por isso é sempre uma boa ideia cultivar hortelãs na horta. O único ‘senão’ é que, como disse antes, é uma planta muito espaçosa e se reproduz rapidamente, podendo se alastrar e acabar com o espaço disponível em seu canteiro.

Agora se a ideia for preencher um espaço que está sem utilidade no jardim, Hortelã é a escolha certa!

Mas se quiser usar como mais uma proteção para a horta, é melhor plantar em vaso, (ou vasos, para que a proteção seja mais eficiente) e posicionar em diferentes lugares. Ou então colocar uma barreira de plástico ou metal direto na terra para delimitar o espaço disponível para as raízes da sua hortelã.

Uma boa ideia é plantar mudas em garrafas PET e colocá-las em cantos opostos da horta.

O mesmo pode ser feito com a Tagete (flor) e a Melissa, mais conhecida como erva-cidreira que também desempenham o ótimo papel de ajudar a proteger a horta de algumas pragas.

Como cultivar Hortelã

É possível plantar Hortelã em qualquer lugar. Se escolher plantar em vaso, basta seguir a indicação em nosso post de como plantar corretamente em vasos.

Hortelã plantadas em vaso
Mudas de Hortelã plantadas em vaso; à direita, dois meses depois, já enraizando no chão

A planta pode ser posicionada em locais de muito sol, meia sombra, muita ou pouca chuva, ou seja, em qualquer lugar, exceto em sombra total, pois ela fica estagnada. Dificilmente vai morrer, mas também não conseguirá crescer.

Em geral, hortelã gosta de muito sol e muita água, então caso esteja num local protegido da chuva, regue com bastante frequência, mantendo o solo sempre úmido (sem encharcar). O mesmo em relação a luminosidade. Apesar de poder viver na sombra, ele só mostrará seu vigor total se estiver no sol.

Caso esqueça de regar por alguns dias, a planta costuma murchar, cair um pouco. Mas se recupera rapidinho quando for novamente regada.

E se quiser recuperar o vigor da hortelã é só podar. Pode podar sem dó, deixar os galhos bem curtos, mas com algumas folhas. Em poucos dias ela já começa a crescer novamente.

Como fazer mudas de Hortelã

A Hortelã se reproduz sozinha, mais ou menos como o Morango: alguns ‘bracinhos’ saem da planta mãe e enraízam ao lado. Se estiver num canteiro, com espaço disponível, um tapete verde será formado em poucos meses.

Se desejar fazer mudas, aqui está o passo-a-passo:

Fazendo mudas de hortelã

1) Corte um pequeno galho de Hortelã de 15 ou 20 cm;
2) Retire as folhas, deixando apenas as duas do topo;
3) Deixe o galho num copo com água até aparecerem muitas raízes; esse processo leva cerca de duas semanas, até que essas raízes sejam fortes o suficiente; troque essa água de dois em dois dias;
4) Escolha o local desejado e plante sua nova mudinha com cuidado. O substrato pode ser composto por terra vegetal, húmus, esterco de aves e areia, ou apenas terra vegetal;
5) Deixe em local bem iluminado e mantenha o solo sempre úmido até que a planta se desenvolva.

Abaixo você confere o quanto uma muda plantada em uma garrafa plástica cresceu em apenas 15 dias.

Hortelã plantada em garrafa PET

Dito isso, agora é só curtir e assistir o crescimento de sua nova Hortelã.

Deixe um comentário